25 Agosto 2019
Fonte:: PC World / EUA

chromelogo 8c7d2

O Google adicionou um ad blocker embutido na versão mais crua do Chrome, sinalizando assim que assumirá a responsabilidade de barrar alguns anúncios on-line no produto final nos próximos meses.

O aguardado ad blocker apareceu para alguns usuários do Canary, versão preliminar e experimental do Chrome, que recebe atualizações diariamente e precede o processo de três fases Dev, Beta e Estável.

Vale notar que o bloqueador de anúncios do Chrome só apareceu na versão Canary do navegador para computadores Windows.

As informações sobre os planos do Google ter um ad blocker próprio no Chrome começaram a circular em abril, pouco após a Coalition for Better Ads ter anunciado um conjunto dos tipos de publicidade on-line que os usuários dos EUA e Europa classificavam como os mais irritantes e disruptivos.

Dois meses depois, o Google, que era um membro fundador da coalisão, anunciou a introdução de ad blockers no Chrome, dizendo que o lançamento deve acontecer no próximo ano.

“Planejamos que o Chrome pare de mostrar anúncios (incluindo aqueles de propriedade ou servidos pelo Google) em sites que não atendam aos Melhores Padrões de Publicidade a partir do início de 2018”, afirmou o gerente executivo de produtos do Google, Rahul Roy-Chowdhury.

No destkop, o Chrome bloqueará anúncios pop-up, anúncios que comecem a reproduzir de forma automática áudio e vídeo, anúncios que trazem um relógio contando o tempo antes do conteúdo ser mostrado, e os chamados “anúncios grandes e grudentos”, aqueles que ocupam mais de 30% da tela e que permanecem no display mesmo quando o usuário faz scroll.

Esses e outros tipos de anúncios serão bloqueados pelo Chrome também em aparelhos móveis iOS e Android.

Os anúncios serão bloqueados por site, não por anúncio individual. Em outras palavras, o Google vai criar uma lista dos sites que costumam “mostrar anúncios intrusivos” e então bloqueará as categorias de anúncios que violam os padrões da coalisão.

Apesar de o Google ter colocado 2018 como a época para o provável lançamento do seu ad blocker embutido, a ferramenta pode chegar antes ao Chrome. A atual versão Canary do navegador é a 62, que, segundo o cronograma de lançamentos, terá sua forma final liberada em 18 de outubro para PCs e 24 de outubro para aparelhos móveis.

Mas como muitos recursos novos não tomam uma linha reta entre o Canary e a Estable, há uma boa chance de que o ad blocker só aparecer no Chrome 63 ou 64, com lançamentos previstos para dezembro de 2017 e janeiro de 2018, respectivamente.