26 Março 2019
Fonte:: Tecnoblog

 recaptcha

No começo, o reCaptcha exigia que você decifrasse uma sequência de palavras retorcidas para provar que você não era um robô. Depois, a tecnologia passou a exibir apenas uma caixa de marcação, que permite confirmar sua humanidade com um clique (pelo menos na maioria das vezes). E agora? Agora o reCaptcha não vai mais precisar de nenhuma prova sua.

O Google está lançando o Invisible reCaptcha, que não solicita nenhum “desafio” e não aparece nos formulários. Por motivos óbvios, a empresa não detalha o funcionamento da tecnologia, mas diz que a diferenciação entre humanos e robôs acontece por meio de “uma combinação de aprendizado de máquina e análise de risco avançada que se adapta às ameaças novas e emergentes”.

O reCaptcha continuará nas páginas, mas de forma escondida. Assim que você abrir um formulário, ele tentará adivinhar se você é um humano ou robô. Se o reCaptcha estiver em dúvida e desconfiar que você é uma máquina, então um desafio será exibido.

Como lembra o Ars Technica, o reCaptcha ajudou o Google a resolver problemas que eram complexos demais para as máquinas. Quando o reCaptcha funcionava por meio de palavras, você contribuía com a digitalização de livros. Depois, o Google passou a utilizar o reCaptcha na identificação de números de casas em fotos tiradas pelos carros do Street View. Mais recentemente, a tecnologia serviu para treinar algoritmos de reconhecimento de imagens.

O futuro do captcha é um mundo sem captcha.