11 Dezembro 2018
Fonte:: Olhar Digital - GUSTAVO GUSMÃO

facebook 80161

O Facebook recrutou a Qualcomm para o seu Terragraph Project, segundo informações do The Verge e da PC World. A iniciativa da empresa de Mark Zuckerberg visa criar uma solução de conexão à internet sem fio que alcance velocidades altas, na casa dos gigabits, e seja ao mesmo tempo eficiente e confiável.

O projeto foi anunciado durante a F8, conferência anual do Facebook para desenvolvedores, ainda em 2016. A ideia é criar uma substituta para as conexões cabeadas usadas hoje, criando um sistema que emite um sinal de internet a uma frequência de 60 GHz. A tecnologia, baseada no padrão 802.11ay — sucessora do 802.11ad —, deverá ser usada em chipsets da Qualcomm e oferecer velocidades de transmissão de 20 a 40 Gbps, mas a distâncias curtas.

Essa questão da distância, inclusive, será um dos desafios que o Facebook precisará transpor. Pelos documentos da IEEE, organização responsável por esses padrões, o 802.11ay alcança pelo menos 10 metros em ambientes internos e 100 metros em ambientes externos — o que indica a necessidade de uma série de pontos e antenas instalados em uma cidade, formando uma rede mesh, para levar o sinal a todos os pontos.

Conforme explicou à PC World o gerente de marketing da Qualcomm Jesse Burke, os nodes deverão ser instalados em postes de luz ou mesmo no telhado e nas laterais de prédios. As pessoas que quiserem aproveitar a tecnologia, aliás, também precisarão de um dispositivo compatível com o padrão.

O plano do Facebook e da Qualcomm é começar os testes da tecnologia no meio de 2019. As empresas não mencionaram cidades, mas a rede social já havia realizado experimentos com internet sem fio, ainda em 2016, em San Jose, na Califórnia (EUA).