11 Dezembro 2018
Fonte:: G1

Os usuários do Google Chrome no sistema operacional Windows contam com uma nova ferramenta de segurança que auxilia a remover extensões prejudiciais ao navegador. Nessa semana foram adicionados recursos básicos de antivírus na atualização do navegador mais usado na internet, para a remoção de adwares que comprometem a experiência durante a navegação, exibindo publicidade intrusiva e coletando informações do internauta.

Uma das formas mais frequentes de ter o navegador infectado por alguma extensão maliciosa é quando o site acessado obrigar a instalação de um plug-in apropriado para a exibição de vídeos. Esse tipo de adware altera as preferências no navegador, adicionando atalhos para sites com publicidade. Alguns dos "vírus no Facebook" que aproveitam a sessão ativa para publicar anúncios falsos e pornografia no perfil do usuário, são instalados dessa forma. Esse tipo de extensão compromete a qualidade da navegação, podendo torná-la inviável devido aos travamentos. A ferramenta de limpeza do Google Chrome foi adiciona ao navegador para resolver esse problema, pois ela rastreia extensões que alteram as preferências do usuário e exibe um alerta quando o navegador é executado.

Nessa janela de comunicação o usuário poderá escolher entre manter as configurações atuais ou redefini-las para as configurações originais. Ao selecionar a primeira opção, todas as extensões que estiverem violando a "Política de software indesejável do Google", serão desativadas.

A detecção de softwares indesejados ficou mais eficiente e simples de gerenciar, podendo ser realizada a qualquer acessando esse endereço chrome://settings/resetProfileSettings. Mas vale salientar que o novo recurso não substitui os antivírus tradicionais, pois ela atuará especificamente em extensões instaladas no navegador.