Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Quem somos

Somos uma empresa especialista em desenvolvimento web na utilização de recursos CMS (Content Management System - Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo). Desenvolvemos seu projeto, registramos seu domínio e hospedamos seu site em servidores com a infraestrutura necessária.

Bons motivos para se ter um site

Diferentemente de escritórios ou lojas, um site está disponível 24 horas por dia. Muitas vezes é nas madrugadas ou em horários improváveis que um potencial cliente pode estar procurando o Retornoproduto que você oferece.

Um site bem elaborado é o caminho para você aparecer em mecanismos de busca e fechar ótimos negócios a um custo muito baixo.

Seu site é um portfólio em tempo integral que pode ser atualizado em curtíssimo espaço de tempo.

Nos dias de hoje o Google é a primeira ferramenta acessada na busca de serviços, seja por desktops ou celulares. Estar fora desse mercado é impensável.

É uma ilusão achar que ter uma página em redes sociais substitui a importância de ter um domínio próprio. Uma ferramenta não inviabiliza a outra, se complementam. Um site é muito mais personalizável e profissional do que um perfil social.

Imagem é fundamental num mundo competitivo. Não ter um e-mail ou um domínio próprio é o equivalente a usar o número de um telefone público para passar aos seus clientes. Pense nisso.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segurança: Google adiciona recursos básicos de antivírus ao Chrome para Windows

Os usuários do Google Chrome no sistema operacional Windows contam com uma nova ferramenta de segurança que auxilia a remover extensões prejudiciais ao navegador. Nessa semana foram adicionados recursos básicos de antivírus na atualização do navegador mais usado na internet, para a remoção de adwares que comprometem a experiência durante a navegação, exibindo publicidade intrusiva e coletando informações do internauta. Uma das formas mais frequentes de ter o navegador infectado por alguma extensão maliciosa é quando o site acessado obrigar a instalação de um plug-in apropriado para a exibição de vídeos. Esse tipo de adware altera as preferências no navegador, adicionando atalhos para sites com publicidade. Alguns dos "vírus no Facebook" que aproveitam a sessão ativa para publicar anúncios falsos…

As cidades brasileiras com maior número de dispositivos infectados por hackers

Os brasileiros precisam estar cada vez mais atentos com a segurança digital dos seus computadores e celulares. Um relatório da Norton by Symantec revela que o país é o terceiro com mais dispositivos infectados por hackers através de bots. O país também se destacou como sendo o mais afetado da América Latina, com 37% dos equipamentos infectados. As cidades de São Paulo (36,3%), Rio de Janeiro (20,74%) e Curitiba (6,29%) concentram a maior parte das infecções no país. Além disso, a capital paulista é a segunda com o maior número de dispositivos infectados, ficando atrás somente da Cidade do México. Veja as dez cidades brasileiras e da América Latina que mais sofrem ataques hackers: Apenas em 2016, foram identificados mais…

Hackers e Crackers: quais as diferenças entre eles?

Muito utilizados na área da informática, termos como “hackers” e “crackers” servem para se referir a pessoas com habilidade e conhecimentos avançados em computadores e dispositivos móveis. De modo geral, eles sabem encontrar brechas em sistemas operacionais e softwares. Mas as semelhanças acabam aí. Cada um desses “grupos” utiliza seus conhecimentos para alcançar objetivos distintos. No entanto, não é raro ver pessoas que não dominam o vocabulário da computação confundir os termos e se referir a eles de forma errada. Para não fazer essa confusão, confira as diferenças entre hackers e crackers logo abaixo: Hackers São aqueles indivíduos que possuem conhecimentos profundos de informática e fazem uso deles de forma positiva. Os hackers dedicam boa parte do seu tempo a…

Hackers escondem malware no CCleaner e comprometem 2,2 milhões de usuários

Hackers conseguiram sequestrar o popular software de limpeza e otimização de PCs, o CCleaner. Em resumo, qualquer pessoa que baixou ou atualizou a ferramenta em meados de agosto e setembro pode ter baixado um malware sem perceber. A Piriform, desenvolvedora do software, confirmou a invasão nesta segunda-feira (18). A brecha foi descoberta no início de setembro pela Avast (que é dona da Piriform) e afetou cerca de 2,27 milhões de usuários. Segundo a companhia, este número reflete as pessoas que baixaram a atualização de agosto do CCleaner (versão 5.33.6162), enquanto outras cinco mil instalaram a edição Cloud da plataforma (versão 1.07.3191). O malware permite aos hackers acessar o computador do usuário e outros sistemas conectados, para roubar dados pessoais ou…